O treinamento aeróbio é um importante componente de um programa de atividade física. A sua importância para a melhora da aptidão física, composição corporal, saúde e qualidade de vida é um fato. A capacidade que cada sessão de exercício aeróbio tem de acumular uma quantidade significante de gasto calórico, promove a redução dos fatores de risco para as doenças que vêm acometendo grande parte da população mundial, como, doenças cardiovasculares, obesidade, diabetes, hipertensão, etc.

O que são os exercícios aeróbios??

Antes de citar os benefícios do treinamento, é preciso esclarecer o que são exercícios aeróbios. De forma bem simplificada, todo exercício cíclico (movimentos padronizados e realizados de forma repetitiva), executado por um tempo prolongado, no qual haja aumento da freqüência cardíaca (número de “batimentos cardíacos” realizados por minuto) e da ventilação pulmonar (velocidade com que ocorre a inspiração e a expiração), pode ser considerado um exercício aeróbio, como exemplos temos: caminhada, corrida, natação, ciclismo,etc.

Natação é um exemplo de exercício aeróbio

Qual e importância deles?

O treinamento aeróbio proporciona importantes adaptações no sistema cardiorrespiratório (sistema responsável pela respiração e circulação sanguínea), que após certo período de treinamento, aumenta sua capacidade de oferecer oxigênio ao organismo. A grosso modo, o condicionamento aeróbio é proporcional à capacidade do nosso organismo em captar o oxigênio do ar atmosférico, transportá-lo pela corrente sanguínea e utilizá-lo em nossas células como um gradiente para transformar substratos energéticos como a gordura, por exemplo, em energia mecânica (contrações musculares e movimento corporal). Não é uma maravilha?! Fazendo exercícios aeróbios matamos não dois, mas três coelhos com uma paulada só, aumentamos nosso condicionamento físico, diminuímos os riscos de adquirirmos doenças como as citadas anteriormente e ainda utilizamos a gordura como combustível para o treinamento!!!

Não sobram dúvidas de que o treinamento aeróbio é muito importante, porém, como foi citado no início deste artigo, ele é um dos componentes do programa de atividade física. No entanto, outras aptidões, como a neuromuscular (estimulada através da musculação) e a flexibilidade (estimulada através de exercícios de alongamento), também devem ser incluídas no programa, para que se obtenha um desenvolvimento harmônico de todas as capacidades físicas.

Como Treinar??

Com relação à prescrição do treinamento aeróbio, assim como a de qualquer tipo de treinamento físico, deve ser realizada por um profissional de Educação Física, pois não é um ato simples como parece. Sair pelas ruas andando, correndo ou pedalando, sem um mínimo de controle, pode resultar em malefícios. Para o desenvolvimento ou aprimoramento do organismo humano, não existe receita de bolo, pois existem alguns fatores que devem ser levados em consideração, como a individualidade biológica, nível de treinabilidade, situação nutricional e psicológica de cada indivíduo. Abandone o sedentarismo!!! Procure um profissional da Educação Física, seja na academia, no clube ou particular, construa com ele seu programa de treinamento e comprove os benefícios!!!